Energia solar por assinatura

Consumidores que não têm dinheiro para investir em painéis solares formam cooperativas e conseguem descontos de até 20% nas contas.

Está surgindo uma nova alternativa para fornecer desconto para as pessoas que quiserem pagar menos na conta de luz sem fazer qualquer tipo de investimento. Apesar do retorno ser praticamente garantido para quem utilizar a fonte solar como alternativa, muitas pessoas não têm dinheiro para fazer um aporte tão pesado, que facilmente pode ultrapassar os R$ 30 mil.

A adesão é simples: basta a pessoa se cadastrar no site, colocar os dados e a região em que mora para saber se pode ser contemplado. Com tudo aprovado, em dois meses os clientes podem ter descontos que chegam até 15% nas suas contas sem fazer qualquer tipo de gasto.

A startup Sou Vagalume está criando cooperativas de consumidores que estão interessados em ter um desconto em sua conta de luz. Em resumo, é um grupo de consumidores que se juntam e passam a contratar a energia de uma determinada usina solar. Por enquanto, o serviço da Sou Vagalume se restringe ao estado de Minas Gerais, que em um ano chegou a 1,2 mil consumidores. “Em 2022, queremos chegar em São Paulo, Rio de Janeiro e em alguns estados do Nordeste, que estão com a demanda em alta”, diz Josiane Palomino, presidente da Sou Vagalume.

Quem pode economizar

Mercado/Concorrência

Grupo Gera também deve lançar esse serviço de “assinatura” de energia nos próximos meses. Em um primeiro momento, consumidores do Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso e Minas Gerais terão acesso ao serviço, que pode chegar a dar 20% de desconto na conta de energia.

Para expandir mais rápido, a companhia está à procura de representantes. Um deles é João Gabriel, dono de uma distribuidora de bebidas em Juiz de Fora (MG). Ele já aderiu ao negócio como consumidor e, mesmo sem ter tido nenhum desconto até agora, gostou tanto que decidiu virar um representante. Gabriel prevê economizar cerca de R$ 60 por mês a partir de setembro, quando o negócio de fato começar. “Há muitas pessoas que estão esperando a minha conta de luz para aderirem. Eles querem ver para crer. Mas é um negócio maravilhoso: você não paga nada, não tem taxa e nem fidelidade, além de ser uma energia limpa e renovável“, afirma.

Fontes: Terra/EconomiaSou Vagalume