Conservação aliada ao negócio

Para muitos, conservar a natureza significa barrar o desenvolvimento econômico de determinada região.

Porém, vários modelos de negócios vêm mostrando cada vez mais que desenvolvimento e conservação têm tudo a ver um com o outro e devem andar juntos.

A fim de engajar e incentivar empreendedores, a Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, em parceria com a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (ANPROTEC), lançou um desafio que buscou negócios de impacto positivo na conservação da biodiversidade nacional.

A carioca Mancha, startup que produz tintas orgânicas para utilizar em educação infantil, soluções de design, peças e ações de comunicação, foi a grande vencedora do desafio. A empresa tem como princípio o desenvolvimento e a pesquisa de tintas orgânicas produzidas com pigmentos, aglutinantes e fixadores naturais. São mais de 50 cores compostas por pigmentos retirados de matérias-primas naturais como o açafrão, a canela da china, a beterraba e o cacau, além das espécies nativas juçara e erva-mate, que podem ser aplicadas em papel e madeira. Os produtos da startup são uma alternativa bem-sucedida ao processo produtivo tradicional de tintas derivadas do petróleo, que interfere no equilíbrio dos sistemas ecológicos, impactando água, contaminando solo e poluindo o ar.

Fonte: Envolverde